Estimativa de Exposições Não Contínuas a Ruídos

Estimativa de exposições não contínuas a ruídos - PDF

Estimativa de Exposições Não Contínuas a Ruídos –  PDF – Fundacentro

O objetivo deste trabalho é desenvolver um método de estimativa de exposição não contínua ao ruído.

A aplicação desse método resultará em um índice representativo da real exposição ao ruído ocupacional de trabalhadores cujas atividades apresentam uma grande variação dos níveis médios de ruído quando computados diariamente.

Esse índice, denominado nível normalizado de exposição não contínua, possibilitará um controle mais efetivo na prevenção de danos auditivos associados ao ruído e um tratamento mais acertado em relação aos benefícios legais para trabalhadores que estiveram ou estarão expostos ao ruído por muitos anos.

Esse nível de exposição normalizado (NEN), desenvolvido com fundamento numa norma preexistente, representa uma nova ferramenta para solução e direcionamento de vários problemas práticos relativos à saúde do trabalhador, à legislação trabalhista e previdenciária.

Quanto à saúde do trabalhador, servirá como um índice de comparação de risco entre categorias profissionais, podendo a empresa priorizar as medidas de controle e eliminação de riscos. Em nível governamental, orientará a elaboração das normas referentes à proteção auditiva do trabalhador. Em nível institucional, será um fator de decisão na elaboração de programas e pesquisa sobre proteção auditiva.

Veja também: O ruído nas obras da construção civil e o risco de surdez ocupacional

 

No âmbito legal, será um rico subsídio na caracterização de atividades com grande potencial insalubre, possibilitando que o empregado requeira indenizações e adicionais de direito relativos a exposições nocivas ao ruído em ambientes de trabalho, e orientando a lei trabalhista e previdenciária na concessão de benefícios.

Os sindicatos, por sua vez, calcados em resultados científicos, poderão exigir ambientes menos ruidosos em contratos e acordos coletivos de trabalho. O NEN poderá ainda ajudar médicos e engenheiros na prevenção das perdas auditivas induzidas pelo ruído e de outros efeitos decorrentes da exposição habitual ao ruído.

Este trabalho também apresenta uma aplicação prática do método proposto sobre dois grupos de duas categorias de trabalhadores da Construção Civil.

Os resultados dessa aplicação são confrontados com avaliações quantitativas realizadas nos canteiros de obras, visando estudar a coerência entre os resultados do método proposto e os resultados de campo.

Como última forma de contribuição à literatura, propõe-se a apresentar sistematicamente algumas soluções práticas para a redução dos níveis de ruído nos canteiros de obra, sendo duas delas inovadoras.

 

Estimativa de exposições não contínuas a ruídos –  PDF

Download Gratuito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.