PDF – Recomendações Técnicas para a Prevenção de Acidentes no Setor de Motofrete

PDF - Recomendações Técnicas para a Prevenção de Acidentes no Setor de Motofrete

Recomendações Técnicas para a Prevenção de Acidentes no Setor de Motofrete/Delivery – PDF – Fundacentro

As recomendações técnicas constantes nesta publicação fundamentam-se na Convenção Coletiva de Trabalho dos Motociclistas Profissionais de Minas Gerais, que, por sua vez, se norteou em pesquisa realizada pela Fundacentro no período de julho de 1999 a abril de 2003.

A pesquisa foi realizada visando a atender a uma demanda do Sindicato dos Motociclistas Profissionais de Minas Gerais e se constituiu também em dissertação de mestrado, defendida no Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Minas Gerais.

Como metodologia de pesquisa, adotou- se a Análise Ergonômica do Trabalho. No total, 85 motociclistas profissionais foram observados e entrevistados em duas cidades – Belo Horizonte e Uberlândia.

As recomendações aqui propostas, assim como aquelas da convenção coletiva, têm como objetivo primeiro aliviar os constrangimentos materiais, organizacionais e sociais, permitindo que os motociclistas profissionais prestem serviço com agilidade, sem a necessidade de assumir comportamentos que tanto irritam e chamam a atenção da sociedade em geral e que, sobretudo, colocam a sua vida em risco.

Tanto o conteúdo quanto a construção social da norma coletiva, que resultou na elaboração deste manual, não teriam sido possíveis sem esse mergulho no cotidiano dos motociclistas profissionais, razão pela qual acreditamos na eficácia de sua aplicabilidade.

Antes das recomendações técnicas propriamente ditas, faz-se na introdução uma abordagem compreensiva a respeito dos acidentes, cujo texto representa uma adaptação de dois artigos publicados – um na Revista Ciência e Saúde Coletiva, da ABRASCO, e o outro na Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, da Fundacentro.

A adaptação de parte dos dois artigos, cujos autores também assinam esta publicação, foi gentilmente autorizada pela editoria científica das respectivas revistas.

Esclareça-se que a visão apresentada na introdução não significa apoio às contravenções no trânsito em virtude das condições e relações de trabalho a que as pessoas estão submetidas.

Entretanto, numa sociedade que tem o trabalho como eixo norteador da vida, entende-se que a sua complexidade deve ser considerada na formulação de políticas públicas e em qualquer outra ação de prevenção e redução dos acidentes de trânsito, sob pena de não surtirem o efeito que se espera.

Recomendações Técnicas para a Prevenção de Acidentes no Setor de Motofrete – PDF – Fundacentro

Download Gratuito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.